terça-feira, 30 de outubro de 2018

LULAS RECHEADAS




Ah não sei o quê, tu queres é lula!
Claro que quero, meu! E depois de experimentares esta receita, também vais querer. 
 


INGREDIENTES:

Esta lula tinha 1,5kg +/- (nos Açores é tudo à grande), mas pode fazer com várias mais pequenas;
150g de cogumelos;
200g de bacon;
3 cebolas picadas;
350g de tomate pelado ou 5 tomates bem maduros;
3 dentes de alho;
6 colheres de azeite;
1 copo de vinho branco;
2 gemas de ovo;
salsa q.b.;
sal q.b.;
Pimenta q.b.
 
CONFEÇÂO:

Numa panela com água a ferver e temperada com sal, colocar os sacos das lulas e as cabeças e abas já limpas e separadas. Logo que os sacos das lulas estejam escaldados retirar para um prato.
Deixar cozer por mais 5 minutos as abas e as cabeças e depois retirar.
Na picadora, pique as cabeças das lulas e as abas, o bacon, bem como os cogumelos e a salsa. 
Num tacho, refogar metade da cebola em metade do azeite.
Juntar os cogumelos, bacon, lulas deixe refogar mais um bocado e depois junte a salsa  picada.
Temperar com pimenta e por fim juntar as gemas de ovo, mexer tudo muito bem e retirar.
Rechear os sacos das lulas com o preparo e fechar com palitos.
Noutro tacho, leve ao lume o restante azeite com a restante cebola, os alhos picados e deixar refogar. Junte o tomate em cubos e deixar refogar mais um pouco. Juntar as lulas recheadas e o restante recheio (caso tenha sobrado) regar com vinho branco, juntar um pouco de caldo de cozer as lulas.
Deixar cozinhar em lume brando durante 40 minutos e, se necessário, acrescentar mais caldo.

O acompanhamento deste prato pode ser feito com arroz branco ou puré de batata.
Eu acompanhei com migas de couve, que encaixou na perfeição.


domingo, 19 de agosto de 2018

MASSA DE BACALHAU





Prato ligeiro e saboroso, ótimo para um jantar quando os dias ainda não são frios, mas já pedem uma refeição mais aconchegante.





INGREDIENTES PARA 4 PESSOAS

 4 postas de bacalhau
2 tomates maduros
2 colheres de sopa de polpa de tomate
1 cebola
1 pimento vermelho (pequeno)
3 colheres de sopa de azeite
sal q.b.
1 folha de louro
água q.b.
Massa fusilli


PREPARAÇÃO


Cortam-se as postas de bacalhau em pequenos quadrados. Num tacho refogam-se no azeite a cebola picada com os tomates picados, a polpa de tomate, o pimento cortado em tiras fininhas e a folha de louro. Junta-se o bacalhau e mexe-se bem. Junta-se água q.b. e deixa-se cozer um pouco o bacalhau. Por fim junta-se a massa (fusilli) e sal, se necessário for. Deixa-se cozer. Rectifica-se o sal.


Acompanhei este prato com um bom vinho branco da Região Alentejana de Campo Maior, bem fresquinho. É de experimentar, vale a pena.

BOM APETITE!


sexta-feira, 23 de março de 2018

TORTILHA MISTA DE MASSA SOVADO COM TOMATES CEREJA



Uma invenção para as sobras  da Massa Sovada, o famoso pão doce dos Açores.
Desculpem-me as outras ilhas, mas a do Faial é a melhor!



INGREDIENTES:

600G de Massa Sovada;
400g de Queijo Fatiado;
400g de Fiambre Fatiado;
300g de Tomate Cereja;
1 ovo;
Leite Gordo UHT dos Açores q,b,;
300g de Queijo Ralado da Ilha de São Jorge;
Azeite q,b,;

PREPARAÇÃO:

Preparar uma massa com leite, ovo e as sobras da Massa Sovada, de forma a ficar consistente, e reservar.

Numa frigideira, regue o fundo com uns fios de azeite, e quando estiver quente sem queimar o azeite, coloque metade da massa fazendo uma base tipo base de pizza. Cubra com o queijo fatiado, o fiambre e o tomate em metades de forma a preencher a base. Tape com o resto da massa e, por fim, polvilhe com o queijo ralado. Deixe cozinhar dum lado e depois vire para cozinhar do outro lado.

Esta tortilha tem a particularidade de não ser para qualquer sistema digestivo! LOL

Delicie-se com esta receita do tipo bomba calórica faialense, e depois diga-me se pensou nas calorias quando a estava a degustar! ;)

BOM APETITE

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

FRANGO SENTADO NA CERVEJA



Às vezes não se pergunta como fazer um frango que fique suculento, saboroso,  com uma pele estaladiça e irresistível?
Pois bem, aqui fica a sugestão do Pitucho: assar o frango sentado!
E volta a questionar? Sentado?!, mas ele vai-se segurar como? Ora bem: com uma garrafa de cerveja!
Eu sei, está a pensar e com razão: o Pitucho é um génio! LOL

É um sucesso na certa, e uma ideia ótima para refeições em família.




INGREDIENTES:

1 Frango inteiro (usei de 1 kg);
Batatas cortadas em quadrados grandes;
4 tomates inteiros;
1 cerveja 33cl (aconselho a usar Super Bock ou outra marca com bastante gás);
Sal;
Salsa;
Azeite q.b.;
Pimenta preta;
Oregãos;
Piripiri para pincelar (pode ser tabasco);




PREPARAÇÃO:

Pré aquecer o forno a 200ºC,
Deixe o frango com a pele, remova o pescoço
Tempere por dentro e por fora com sal, pimenta e oregãos.
Coloque o frango sentado com a garrafa no seu interior, de modo a que o gargalo da garrafa saia para fora do frango.
Dentro da garrafa ponha o ramo de salsa.
Disponha as batatas lavadas e temperadas com sal e os tomates no tabuleiro à volta do frango.
Regar com azeite, leve a assar até que o frango esteja bem dourado (demora cerca de 1h45 se o frango for grande).
Para servir tire a garrafa e corte o frango a seu gosto e, se desejar, pincele com tabasco (piripiri).

Estava a tremer de desejo de morder este frango que até a foto ficou embaciada!


 NOTA:
A temperatura do forno faz a cerveja borbulhar, saindo pelo pescoço do frango, regando-o constantemente enquanto assa.

BOM APETITE



















quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

PASTEIS DE ALHEIRA VEGETARIANA



Mais uma receita com o objetivo de aproveitar as sobras de qualquer refeição.
É fácil de fazer e rápida.


INGREDIENTES PARA A MASSA DOS PASTEIS:

Broa de milho;
Salsa;
Pimenta moida;
3 ovos;
Sal;
Farinha Integral;
Fécula de batata;
1 alheira vegetariana já cozida:



MODO DE PREPARAÇÃO:

Num recipiente, faça uma massa ao seu gosto com todos os ingredientes.
Não pode ficar muito mole, para poder moldar os pastéis com duas colheres.

Leve ao lume uma frigideira com óleo e deixe aquecer bem.
Depois, com ajuda de duas colheres, molde os pasteis e frite-os até ficarem douradinhos. Repita este processo até a massa acabar. Vá colocando os pasteis em papel absorvente, para que ensope o excesso do óleo. 



Acompanhe os pasteis com arroz branco ou esparguete.
Se tem medo de abusar, em vez de massas, coza uns legumes verdes e sirva com um pouco de azeite e sumo de limão.
No Verão, caem muito bem com uma salada verde.


BOM APETITE

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

CANJA DE POMBO


Se preferir, pode ser de pomba, mas estes eram machos e não queremos enganar ninguém!




INGREDIENTES:

2 Pombos;
1 Cebola;
1/2 colher (café) de caril;
Salsa;
50g de massinhas de letras ou pevide;
Sal q,b,

PREPARAÇÃO:

Arranje os pombos e coza-os na panela de pressão em água temperada com sal, juntamente com a cebola e o caril no mínimo 1 hora. Quando estiverem cozidos, retire-os assim como á cebola. Adicione a massa ao caldo rectifique os temperos e deixe ferver até cozer. Entretanto desosse os pombos, desfie a carne e junte ao caldo e no momento de servir polvilhe com salsa.

Em dias frios, chuvosos, nada como uma canjinha quentinha e cama! sonhar com um camarão à Moçambique ou um cherne à lagareiro :D


quinta-feira, 23 de novembro de 2017

POMBOS BRAVOS ESTUFADOS À NOSSA MODA (1)


O que uma mulher tem de sofrer para comer pombos. Foram dias e dias em que o Pitucho esteve ausente do lar. Primeiro, para ir à caça; depois, para depenar os pombos; em seguida, desapareceu com a desculpa que tinha de estudar a receita com o seu companheiro de culinária, e - ainda! voltou a ausentar-se para 2 dias de confeção do prato.

Resumindo e concluindo, eu estava doida para dar uma dentada, não sei é se a dava  - a dentada - no Pitucho ou nos pombos!

Mas prontos, os pombos é que pagaram e se não comeram mais pombos não foi por falta de sabor ou de quantidade.
Estava tudo maravilhoso no almoço de degustação dos mesmos.

Aqui fica a recita, com os meus comentários a azul:



Ingredientes

 5 pombos (agora fiquei baralhada, porque sempre ouvi falar em 33!);   
  150 gr. de cogumelos frescos;      
   1 colher de café de cominhos;        
16 dentes de alho;   
  2 cebolas;                                       
       piri-piri q. b.;                                        
8 c. sopa de massa de pimentão;   
    1 ramo de salsa;                                
        açaflor q. b.;                  
sal q. b.;                                       
      água q. b.;                                     
                 1 colher de chá de mostarda;                 
1 copo de vinho branco;                
    6 colheres de sopa de banha;              
    5 fatias de pão velho;
150 gr. de toucinho fumado;          
    1 folha de louro;                             
  azeite q. b..                                  




 Confeção:

Depene, chamusque e abra os pombos (pela parte posterior, para os peitos ficarem intactos - com que então peitos intactos...), limpando-os e reservando os miúdos.
Pique os dentes de alho, triture metade deles no almofariz e reserve a outra metade; misture-os com a massa de pimentão, tempere com sal e com vinho branco de qualidade (com Verdelho do Pico, de preferência), envolva até a pasta ficar homogénea, esfregue com ela os pombos e deixe-os a marinar durante um dia ou uma noite.
Mantenha os fígados inteiros, corte os corações e os fígados em pedaços, elimine o excesso de gordura do toucinho fumado, corte-o em pequenos cubos, lamine os cogumelos, pique as cebolas e a salsa e reserve tudo.
Reservando a marinada, retire dela os pombos, coza-os em água numa panela de pressão, durante 40 minutos, contados a partir do momento em que o vapor começar a sair à pressão, ponha de parte os pombos e reserve a água da cozedura.  
Num tacho de fundo amplo (para depois poder mexer e envolver devidamente o estufado), aqueça a banha, coloque nela os cubos de toucinho fumado, aloure-os, retire-os e reserve-os.
Na gordura resultante da fritura dos cubos de toucinho fumado, sele os pombos (o Masterchef Austrália está a dar frutos), vá-os virando, para não se queimarem e para ficarem uniformemente alourados e reserve-os.
Na mesma gordura refogue a cebola e, quando esta começar a alourar, refogue também o alho picado que reservou, a salsa, o louro e os cogumelos, acrescentando mais banha, se necessário.
Adicione a marinada ao refogado, junte os fígados, os cubos de toucinho fumado e os pombos, cubra com a água da cozedura, tempere com os cominhos, com piri-piri, com uma pitada de açaflor e com a mostarda (de preferência de Dijon - o Pitucho tem fetiche por marcas e quantidades específicas), envolva, rectifique o sal e deixe apurar, em lume brando, até o molho ficar com a espessura que deseja.
Entretanto, para acompanhamento dos pombos, confecione um arroz de miúdos com os pedaços dos corações e das moelas que ainda mantém reservados.
Frite as fatias de pão em azeite e proceda ao empratamento, principiando por colocar uma fatia de pão frito no prato, vertendo molho, a gosto,  sobre ela, pondo em cima um pombo e guarnecendo com o arroz de miúdos.
*  *  *

(1) À Nossa Moda significa À Moda do Carlos Fraião e do Paulo Lopes, os quais, no dias 25 a 28 de Setembro de 2017 (estão a ver como eu tinha razão) se juntaram e organizaram para elaborar e cofecionar, em conjunto, esta receita, pelo que ambos foram e são, num plano de rigorosa igualdade, os autores da mesma, decorrendo a sequência da enunciação dos nomes que aqui constam tão só do cumprimento de um critério de ordem alfabética.       

É só estilo:





Por incrível que pareça, nem eu nem o Pitucho tirámos foto aos pombos, o Sr. Carlos não tirou foto, a D. Conceição não tirou foto, o Comissário, o Engenheiro, a Fadista não tirou foto; o vizinho do lado não tirou foto! - ah o vizinho tem uma boa desculpa, é que não estava lá!
Esta foto foi duma entrada feita só com as coxinhas dos pombos.

Pode experimentar, que vai gostar!